Médico de Bolsonaro acredita que nova cirurgia provavelmente não será necessária

Responsável pelo tratamento de Jair Bolsonaro (PL), o médico Antônio Luiz Macedo acredita que não será necessário submeter o presidente a uma nova intervenção cirúrgica. Bolsonaro foi diagnosticado com uma suboclusão intestinal.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social (SECOM) afirmou que Bolsonaro sentiu um “desconforto abdominal” e, ainda hoje, passará por exames. “A Secom informa, ainda, que o Presidente passa bem e que mais detalhes serão divulgados posteriormente, após atualização do boletim médico.”

O hospital Vila Nova Star, onde Bolsonaro está internado, também divulgou um boletim médico sobre o estado de saúde do presidente. Segundo a equipe média, Bolsonaro “deu entrada na unidade na madrugada desta segunda-feira, devido a um quadro de suboclusão intestinal”.

Os médicos afirmam que Jair Bolsonaro está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo na manhã pela equipe do Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. No momento, o presidente Jair Bolsonaro não tem previsão de alta.

 

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro de conteúdos exclusivos que são postados somente nelas: